[dropcap color=”#eeee22″]A[/dropcap] presidente do Partido dos Trabalhadores e senadora Gleisi Hoffmann teve mais um momento de precipitação no Twitter, quando publicou que o cantor Léo Santana começou a cantar a música ‘Vai dar PT’ em ‘reconhecimento da boa administração do PT na Bahia’.

O cantor realmente cantou a música logo após cumprimentar o governador da Bahia, Rui Costa dos Santos (PT) e convidá-lo para subir ao trio elétrico.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Apesar da coincidência, a letra não faz nenhuma alusão ao Partido dos Trabalhadores, pelo contrário, fala de uma jovem que completou 18 anos e vai ‘dar PT’ com bebidas alcoólicas.

Essa é a segunda ‘gafe’ de Gleisi Hoffmann, que comente vendo apoio ao partido em um mês. Em janeiro, a senadora publicou, também no twitter, uma foto dizendo que a torcida do time alemão Bayern de Munique tinha levado uma faixa com os dizeres ‘Forza Lula’, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, investigado na Operação Lava Jato.

O grande problema, é que a faixa dizia ‘Forza Luca’, que faz referência ao torcedor italiano Luca Farnesi, vítima de uma briga de torcidas italianas, em novembro do ano passado.

Portal Guaíra com informações do Massa NewsA presidente do Partido dos Trabalhadores e senadora Gleisi Hoffmann teve mais um momento de precipitação no Twitter, quando publicou que o cantor Léo Santana começou a cantar a música ‘Vai dar PT’ em ‘reconhecimento da boa administração do PT na Bahia’.

O cantor realmente cantou a música logo após cumprimentar o governador da Bahia, Rui Costa dos Santos (PT) e convidá-lo para subir ao trio elétrico.

Apesar da coincidência, a letra não faz nenhuma alusão ao Partido dos Trabalhadores, pelo contrário, fala de uma jovem que completou 18 anos e vai ‘dar PT’ com bebidas alcoólicas.

Essa é a segunda ‘gafe’ de Gleisi Hoffmann, que comente vendo apoio ao partido em um mês. Em janeiro, a senadora publicou, também no twitter, uma foto dizendo que a torcida do time alemão Bayern de Munique tinha levado uma faixa com os dizeres ‘Forza Lula’, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, investigado na Operação Lava Jato.

O grande problema, é que a faixa dizia ‘Forza Luca’, que faz referência ao torcedor italiano Luca Farnesi, vítima de uma briga de torcidas italianas, em novembro do ano passado.

Portal Guaíra com informações do Massa News