ad

[dropcap color=”#dd3333″]U[/dropcap]ma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizada na manhã de ontem (17) flagrou 243 veículos acima do limite de velocidade na BR-467, entre Toledo e Cascavel. Na ação foram usados três radares de forma sequencial.

Dois dos veículos autuados foram flagrados acima do limite permitido pelos três radares. O primeiro foi uma caminhonete, que passou a 137 km/k no primeiro radar, 145 km/h, no segundo, instalado a seis quilômetros de distância, e a 128 km/h, no terceiro, distante quatro quilômetros.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No segundo caso, outra caminhonete foi flagrada a 130kmh/h, 119 km/h e 133 km/h respectivamente.

Outros 27 veículos foram autuados em dois dos três radares.

Segundo a PRF, o objetivo desse tipo de operação é flagrar motoristas que insistem em transitar acima do limite de velocidade da via em todo o trajeto, já que muitos continuam acelerando mesmo depois de ter cometido a primeira infração, elevando o risco de acidente.

Os condutores flagrados na Operação Rodovida receberão em casa as multas que variam de R$ 130,16 a R$880,41. Nos casos mais graves, o motorista ainda pode ter o direito de dirigir suspenso. A ação deve se estender até o dia 5 de março.

Em 2016, 8.234 motoristas foram flagrados nestas mesmas condições na BR-467. Ainda conforme a PRF, 17% dos acidentes na rodovia tiveram como causa provável o excesso de velocidade. E, em 2015, quatro das nove mortes em acidentes registrados no trecho de cerca de 50 km, foram provocadas por este tipo de infração.

Portal Guaíra com informações da PRF/G1