ad

[dropcap color=”#dd3333″]A[/dropcap] família que morreu na tragédia na manhã desta terça-feira (26), na BR 163, entre Marechal Cândido Rondon e Toledo, estava na região, depois de participar do sepultamento de um familiar que cometeu suicídio.

Eli Miguel de Lima de 52 era morador de Blumenau e o motorista do veículo. Ele seguiu viagem de Santa Catarina até Colombo, no Paraná, onde buscou a irmã Seloir de Lima Pinto de 41 anos, as sobrinhas Carla Dinarti de Oliveira e os filhos dela, Ana Beatriz de Oliveira de 12 anos e o bebê de 10 meses, Antony de Oliveira.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A família participou do velório na região Oeste e seguiu viagem até Guaíra onde passaram a noite de segunda-feira (25). Na madrugada de hoje pegaram a estrada para voltar para casa, mas se envolveram na batida fatal.

A família estava em um Fiat Siena que colidiu de frente com uma caminhonete Ranger, no quilômetro 266, no distrito de Vila Ipiranga, município de Toledo.

A batida foi tão forte que quatro vítimas morreram ainda no local. Uma das crianças chegou a ser levada ao hospital, mas morreu assim que deu entrada na unidade de saúde.

O condutor da caminhonete teve ferimentos leves e recusou encaminhamento ao hospital.

Familiares de Colombo e também de Curitiba estão a caminho de Toledo para liberar os corpos para sepultamento.

Portal Guaíra com informações da Catve