A forte chuva que atingiu o Paraná entre segunda-feira (28) e terça-feira (29) afetou cerca de 1700 famílias, afirmou a Defesa Civil. O fenômeno provocou deslizamentos na BR-376 deixando dois mortos e ao menos 15 veículos soterrados.

Conforme o órgão, os atendimentos estão sendo realizados em Morretes, Guaraqueçaba, Campina Grande do Sul, Quatro Barras, Piraquara e Curitiba.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Foram montados dois abrigos em Curitiba e 45 famílias estão aguardando deslocamento para Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Deslizamento na BR-376
O deslizamento aconteceu por volta de 19h desta segunda-feira (28) e atingiu cerca de 200 metros de ambas as pistas da BR-376, em Guaratuba, que já se encontravam com filas durante a tarde. As camadas de lama arrastaram ao menos 15 veículos para fora da pista, segundo informações preliminares.

A ligação entre o Paraná e Santa Catarina pela BR-376 está interditada, sem previsão de liberação. Os bloqueios ocorrem na praça de pedágio de São José dos Pinhais, km 635 da BR-376 (PR), na unidade operacional da PRF em Tijucas do Sul (km 662) e na praça de pedágio de Garuva, no km 1,3 da BR-101 (SC). A rota alternativa indicada para ligação entre os dois estados é via BR-470 e BR-116.

A Polícia Rodoviária Estadual informou que a Estrada da Graciosa (PR-410) também está interditada neste momento. Também está bloqueado o acesso ao Litoral pela BR-277 por conta de outro deslizamento.

Segundo o Simepar, choveu mais de 150 mm na Serra do Mar entre sábado e segunda-feira. Nas últimas 72h o acumulado já ultrapassou os 200 mm em alguns pontos da região litorânea.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais