Num tempo em que o mundo não se contentava em apenas sobreviver na mediocridade, os versos da banda de rock Titãs ecoavam nas rádios: “a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão, arte…”

Em tempos de pandemia, sobreviver é uma ordem, é claro.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Mas para não enlouquecer num mundo “que está ao contrário e ninguém reparou”, como canta um ex-Titã, a arte continua a ser uma válvula de escape e tanto. E não pense que Guaíra não oferta cultura.

Yago Marques, jovem diretor de teatro, teve, como todo mundo, que se reinventar. Artistas são criadores por excelência e seu projeto “Guaíra tem História” entra em sua segunda temporada propondo levar o teatro para dentro dos aparelhos eletrônicos.

Desde que voltou à Guaíra, onde nasceu, Marques tem se dedicado à montagem de espetáculos e ao ensino.

A trajetória do guairense iniciou com a Companhia de Teatro Desvendai, onde aprendeu a coordenar e dirigir o teatro juntamente com Neuza Leandro.
A partir disso, depois de trabalhar com o Grupo Teatral Âncora no Cofracarmo como professor e diretor, Yago criou sua própria empresa, a “Arte Marques”.

Por sua vez, o projeto “Guaíra Tem História”, explica o diretor, “pode ser a oportunidade para quem já é artista ou quem deseja ser.

O projeto surgiu graças a uma parceria da Secretaria de Esporte, Turismo e Cultura com a empresa Arte Marques, que disponibiliza ao município aulas online de teatro gratuitas”.

As vagas estão abertas para as categorias infantil, juvenil, adulto e melhor idade e visam valorizar a cultura guairense, incluindo convidados que se destacam em diversas atividades.

Arte Marques também disponibiliza o projeto “Contando, Cantando e Encantando” em parceria com a Secretaria de Educação, oferecendo “Contação de Histórias” infantil e infanto-juvenil. Influenciado pelos gêneros comédia, programas de TV, música e dança, o grupo é formado por Yago Marques, Neuza Leandro, Luís Martins e Abigail Almeida.

Potencial nós temos

Apesar das dificuldades inerentes ao período e ao próprio gênero artístico, Yago permanece otimista.

“Em uma época de pandemia, trabalhar com arte não é fácil, porém muito necessário. Dar às pessoas a oportunidade de escolher fazer teatro é o que sempre me motivou, pois quando era criança não tive essa oportunidade. Viver de arte é muito difícil, as dificuldades são diárias, infelizmente muitas pessoas não conseguem enxergar e sentir a arte como ela é. Entendo que a função do artista teatral é mostrar, ensinar, transformar e aproximar as pessoas da cultura. Falando de cultura, Guaíra tem de sobra, costumo dizer que existem muitos talentos em nosso município. Eles apenas precisam de oportunidade para expor esse talento”, afirma.

Novidades

Os próximos passos de Yago Marques são criar espetáculos no módulo online e também iniciar um curso de escrita para roteiros (dramaturgia) nas férias de julho. “Afinal, a arte não pode parar”, conclui.

Link para a inscrição: https://ti.guaira.pr.gov.br/culturalis/alunos/novo

Redação Portal Guaíra