(Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE)

A eleição do novo prefeito de Araguainha, município com menor colégio eleitoral do país, foi definida pela diferença de apenas 18 votos. No domingo (15), os eleitores da Araguainha, cidade localizada a 471 quilômetros da capital mato-grossense, Cuiabá, elegeu o candidato do PSL, Chiquinho. Ele recebeu 464 votos le derrotou o atual prefeito, Silvinho (DEM), que ficou com 446 votos.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o município tem 946 habitantes, e 1.001 eleitores estavam aptos a votar na eleição deste domingo (15).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O número de eleitores de Araguainha contrasta com o da cidade de São Paulo, município com maior colégio eleitoral no país. Na capital paulista, estavam aptos a votar 8.986.687, número que supera individualmente o eleitorado de 21 estados brasileiros e do Distrito Federal.

Após o fechamento das urnas, a totalização dos votos foi finalizada pouco depois das 19h10, segundo dados da página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No final da apuração, Chiquinho teve 50,99% dos votos, contra 49,01% de Silvinho, o segundo colocado.

Com a vitória de ontem, Chiquinho devolveu a derrota para Silvinho nas eleições municipais de 2016. Na ocasião, Chiquinho recebeu 364 votos, o que representou 41,04% dos votos válidos, contra 523 de Silvinha, que terminou o pleito com 58,96% dos votos válidos.

O prefeito eleito tem 46 anos e é solteiro. Ao TSE, ele disse que tem ensino superior incompleto e que trabalha como motorista particular. Chiquinho declarou ter patrimônio no valor de R$ 197 mil. Adiel, do Republicanos, é o vice-prefeito.

Na eleição deste ano em Araguainha, apenas duas pessoas votaram em branco (índice de 0,21%) e 21 anularam o voto (2,25%). O índice de abstenção foi de 6,79%, com 68 eleitores que não compareceram à votação. Os eleitores elegeram ainda nove vereadores.

Portal Guaíra com informações da Agência Brasil