Conforme a Guarda Municipal, a equipe de trabalho foi solicitada primeiramente para ir até a avenida Brasil onde haveria pessoas agredidas. Chegando no local, a vítima relatou para os guardas que estava em casa com um homem e o ex-companheiro foi até o local e os agrediu. Ela teria sido violentada com golpes de capacete e o homem com um soco na face. A mulher contou também que está separada do suspeito há um ano e que várias vezes ele a importunou por não aceitar a separação. Com a agressão, ela contou com um ferimento na região da boca.

A Guarda fez buscas para tentar localizar o suspeito, mas não conseguiu encontrá-lo. Posteriormente, a equipe atendeu a um pedido para ir até a Cidade Nova, onde foi ateado fogo em três motocicletas do padrasto da mulher. Chegando no local, o responsável por incendiar as motos já tinha fugido. O principal suspeito é o ex-companheiro da enteada, que teria sido violentada minutos antes.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O autor do crime também destruiu uma parabólica da residência. O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar o fogo nas motos e posteriormente os veículos foram levados para a Delegacia de Policia Civil para a realização dos demais procedimentos.

A Guarda Municipal fez buscas na tentativa de encontrar o suspeito, mas ele não foi localizado.

Portal Guaíra com informações do OBemdito