O plantio de soja atingiu 38% das áreas estimadas para a safra 2021/22 no Paraná, mais que o dobro dos 16% registrados na semana anterior, informou o Departamento de Economia Rural (Deral) nesta terça-feira, citando chuvas favoráveis para a semeadura e desenvolvimento dos grãos de verão.

O órgão, ligado à Secretaria da Agricultura do Estado, classificou 98% das lavouras da oleaginosa como boas e somente 2% médias, sem nenhuma área em condições ruins.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“O clima de modo geral está bom, com chuvas regulares que auxiliam no plantio e desenvolvimento do milho e soja”, afirmou o analista do Deral Edmar Gervásio.

Ele disse que, pontualmente, determinadas regiões tiveram um pouco mais de chuva, o que gera risco de replantio em algumas lavouras, mas dentro da normalidade.

“Pode gerar replantio, porém não há ainda confirmação. Somente relatos que a chuva foi intensa, como na região de Campo Mourão, por exemplo.”

Para o milho, o plantio alcançou 88% das áreas da primeira safra no Paraná, ante 75% na semana anterior, mostraram os dados do departamento.

Cerca de 96% das lavouras do cereal foram consideradas boas e as outras 4% em condições médias.

Já a colheita do trigo atingiu 74% das áreas paranaenses, contra 58% na semana anterior, informou o Deral.

A qualidade das lavouras diminuiu também em função das chuvas, visto que 69% das áreas passaram a ser classificadas como boas, ante 77% na semana passada.

As áreas em condições médias saíram de 20% para 27%, enquanto as lavouras ruins foram de 3% para 4%.

Portal Guaíra com informações da Reuters