autismoazul

O autismo é uma disfunção global do desenvolvimento, é uma alteração que afeta a capacidade de comunicação, socialização e de comportamento. Esta desordem faz parte de um grupo de síndromes chamado transtorno global do desenvolvimento (TGD), também conhecido como transtorno invasivo do desenvolvimento (TID).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

autismo1Dentre vários critérios de diagnóstico podem apresentar, ainda, comportamento retraído; uma maneira inadequada de brincar; com ausência da reação de surpresa; interesses específicos com persistência em girar objetos e habilidades especiais, fascinação por água; crises de choro e angústia sem razões explicáveis; risos e gargalhadas fora do contexto e um retardo no desenvolvimento das habilidades motoras. Esses sintomas devem aparecer antes dos três anos de idade

Os pais e cuidadores são os primeiros a notar algo diferente nas crianças com autismo. O bebê desde o nascimento pode mostrar-se indiferente à estimulação por pessoas ou brinquedos, focando sua atenção prolongadamente por determinados itens.

Contudo, podem-se passar anos antes que a família perceba que há algo errado. Nessas ocasiões os parentes e amigos muitas vezes reforçam a ideia de que não há nada errado, dizendo que cada criança tem seu próprio jeito. Infelizmente isso atrasa o início de uma educação específica e de qualidade, pois quanto antes se inicia o tratamento, melhor é o resultado.

autismo2Um dos mitos comuns sobre o autismo é de que quando se fala em uma pessoa autista geralmente se pensa em uma pessoa retardada ou que sabe poucas palavras (ou até mesmo que não sabe alguma). Problemas na inteligência geral ou no desenvolvimento de linguagem, em alguns casos, pode realmente estar presente, mas nem todos são assim.

Às vezes é difícil definir se uma pessoa tem um déficit intelectivo se ela nunca teve oportunidades de interagir com outras pessoas ou com o ambiente. Na verdade, alguns indivíduos com autismo possuem inteligência acima da média.

Crianças com autismo precisam adquirir habilidades sociais e de comunicação, mais que não têm que ser capazes de interagir com seus pares. Eles não podem aprender por imitação, como as outras crianças. Você tem que usar de estratégias específicas para eles.

autismo3A educação do autista deve ser planejada para que possa ter um currículo que atenda suas necessidades, a intervenção tem que ser individual e no ritmo que o autista consegue aprender, não existe uma fórmula pronta para uma metodologia com alunos autistas, portanto a intervenção psicopedagogia é importante para assim priorizar as necessidades individuais do aluno, auxiliando a inclusão de autistas na escola regular.

Toda equipe escolar tem que estar em consonância com a proposta educativa e trabalhar junto para que o espaço escolar atenda não apenas o autista, mas qualquer criança que necessite de uma educação individualizada. O especialista em psicopedagogia irá sugerir alternativas metodológicas ou adaptações curriculares dando suporte a equipe escolar e direcionando o caminho a ser traçado para que a inclusão de crianças com AUTISMO não seja apenas um direito garantido, mas seja efetivado na pratica escolar, o psicopedagogo é um mediador destas relações entre aluno, escola e família, um facilitador para que o aluno que apresente um comprometimento e consiga desenvolver ao máximo sua capacidade cognitiva de aprendizado e tornar o currículo funcional para que seja desenvolvida a autonomia do aluno autista.

Autismo-panfleto

Elianara Falci
Professora/Psicopedagoga