ad

 

Dívida ultrapassa a casa dos R$ 1,5 mi e processos se tornam inviáveis, segundo instituição. Medida ocasionará o não recebimento de novos pacientes

 

A partir de hoje (16),  dez leitos de uma das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) não receberão novos pacientes. A medida é consequência da falta de pagamento e a ausência do recebimento de procedimentos administrativos datados desde 2011 e outros voltados à neurocirurgia.

Nesta primeira etapa, os pacientes já alocados nas dependências da referida UTI terão mantidos seus atendimentos normalmente.

A dívida

Segundo Michelle Okano Anzanello, superintendente do Hospital Bom Jesus, no caso da UTI não há viabilidade em manter os processos da Unidade uma vez que o não recebimento da dívida acarreta no não pagamento dos médicos e fornecedores. “É uma conta que não fecha: o Hospital Bom Jesus é o sexto que mais recebe do SUS, mas é o terceiro que mais atende”, observa a superintendente.

De acordo com o último levantamento realizado pela instituição, os valores a serem recebidos ultrapassam R$ 1,5 mi.

Sobre o Hospital Bom Jesus

Entidade filantrópica desde 2013, o Hospital Bom Jesus é referência aos atendimentos em urgência e emergência de 18 municípios compreendidos pela 20ª Regional de Saúde (RS). Além disso, a instituição também presta serviços aos pacientes dos principais convênios e realiza atendimentos particulares.


CLINICA SALUTAR