Ex-Prefeito de Terra Roxa, Ivan Reis da Silva
ad

Ontem pela manhã o Portal Guaíra publicou em primeira mão o Oficio de nº 013/2016, expedido pelo Ministério Público Eleitoral da Comarca de Terra Roxa, em que o atual Prefeito Ivan Reis da Silva (PP), sofreu condenação criminal com trânsito em julgado, estando com os direitos políticos suspensos.

A decisão foi tomada em virtude de uma ação criminal julgada por um acidente de trânsito na PR-364, no trecho entre os municípios de Terra Roxa e Palotina, que vitimou Nelson Adriano Vieira, em 18 de agosto de 2010, após o veículo em que Ivan e Nelson estavam colidir de frente com um caminhão.

Leia Também:
Terra Roxa – MPE pede afastamento do Prefeito Ivan Reis

No final da tarde, por volta das 17h, usando seu Perfil no Faceboob, Ivan Reis emitiu uma nota onde explica do que se trata a condenação criminal. Leia na íntegra:

[quote bgcolor=”#d8d8d8″ bcolor=”#686868″]Caros amigos,
Hoje fui oficiado pela Câmara Municipal de Vereadores de Terra Roxa sobre o pedido do Ministério Público, que pretende a declaração de perca do meu mandato de prefeito municipal, em razão da condenação criminal pelo acidente de trânsito que vitimou o meu estimado e saudoso amigo Nelson Adriano, ocorrido no ano de 2010.
Confesso que o conteúdo do referido documento me causa profundo sentimento, considerando que o acidente foi uma fatalidade, ainda sentida pelas nossas famílias. No entanto, com a graça de Deus e os trabalhos que já estão sendo realizados na esfera jurídica, acredito na reversão desta situação, considerando o que dispõe a Lei Complementar n° 64/90, §4° do artigo 1° que trata da não incidência da inelegibilidade sobre o crime de trânsito tipificado como culposo.
Como administrador público e cidadão deste município, tenho o coração calmo e sereno de que tal documento não se fundamenta em nenhum ato de desvio de verba pública ou qualquer atitude de improbidade administrativa e confio plenamente que cumprirei juntamente com o meu vice-prefeito Altair de Pádua todo o mandato que a população de Terra Roxa nos confiou.[/quote]

O presidente da Câmara de Vereadores de Terra Roxa, Genivaldo Magnoni Bortoli, terá o prazo de 03 dias, contados a partir de terça-feira (23), para o cumprimento de extinguir o mandato do Prefeito Municipal, pela impossibilidade de continuar ocupando o mandato eletivo pela suspensão dos direitos políticos, dando posse ao Vice-Prefeito Altair de Pádua (PTB).

Quem assina o Oficio é o Promotor de Justiça Eleitoral, Dr. Aldo Kawamura Almeida.

Redação Portal Guaíra


CLINICA SALUTAR