Kayron Douglas Rodrigues, 22 anos, matou dois PMs em Medianeira/PR
ad

O jornalismo da Rádio Cultura de Foz do Iguaçu entrou em contato na quarta-feira (5) com Pedro Rodrigues, pai de Kayron Douglas Rodrigues (22), acusado pela morte de dois policiais militares em Medianeira, na noite da última segunda-feira (4). Segundo o pai, o rapaz começou a cometer crimes a partir dos 18 anos.

Por mais tudo o que ele fez, sou pai. Estou desesperado. Dentro de casa ele era bom. Tratava a mãe com respeito. Mas vou falar a verdade, ele não gostava de polícia por terem batido demais nele na primeira vez em que foi preso em Navegantes”, disse.

Leia também
Itaipulândia – Adolescente acusado de matar PMs morre em confronto com a Polícia (imagens fortes)
Medianeira – Assassino de Policiais Militares usava nome falso

Seu Pedro está a caminho de Foz do Iguaçu, onde irá reconhecer o corpo do filho no Instituto Médico Legal.

A esposa do Kayron, Eliane de Souza (32), também falou ao jornalismo da Rádio Cultura, onde relatou que o momento está sendo difícil para a família. “Era um menino muito família apesar das coisas que aconteceram e levaram a isso. Era bipolar, tinha vários problemas que levaram a isso”, disse.

Eliane negou que Kayron seja autor de um homicídio na cidade de Navegantes, mas relatou que aos 17 anos teve envolvimento com o tráfico de drogas, quando ficou detido por um ano e sete meses. Em seguida fugiu. “Não tive coragem de entrar na internet e olhar como que foi essa abordagem dos policias”, disse.

Kayron Douglas Rodrigues, 22 anos, matou dois PMs em Medianeira/PR

Fonte: Rádio Cultura de Foz


CLINICA SALUTAR