ad

[dropcap color=”#dd3333″]A [/dropcap]Polícia Civil de Santa Helena foi informada de que em uma boate da cidade havia três mulheres que vieram do Paraguai para trabalhar no município.

Conforme o delegado Pedro Lucena, as jovens vieram com a promessa de trabalhar como domésticas mas, ao chegar em Santa Helena, foram levadas para uma boate.

Na sexta-feira, elas decidiram retornar ao país de origem, momento em que a proprietária do estabelecimento não queria deixar as jovens saírem.

A Polícia Civil foi acionada e encaminhou as moças juntamente com a proprietária até a delegacia. A dona do estabelecimento confessou que, através de um agenciador, contratou as jovens para trabalharem na boate.

Segundo Pedro Lucena, a proprietária da boate será enquadrada pelo crime de tráfico internacional de pessoas, que confessou que contratou as garotas.

A polícia irá encaminhar as jovens e a dona da boate até a Polícia Federal de Foz do Iguaçu, onde serão tomadas as medidas cabíveis ao caso.

Portal Guaíra com informações do Guia SMI


CLINICA SALUTAR