Equipe feminina do Brasil posa para foto após etapa de classificação da ginástica artística (foto: Dylan Martinez/Reuters)
ad

Com o fim da quarta subdivisão de competidoras da ginástica artística, as ginastas brasileiras garantiram uma vaga na grande final por equipes da competição. Participando da terceira subdivisão, Flávia Saraiva e Rebeca Andrade lideraram o time do Brasil na modalidade.

Após a quarta subdivisão, o Brasil ficou na quinta colocação, com 174.054 pontos. Com apenas mais três equipes para se apresentar, a seleção brasileira pode cair apenas para a oitava colocação, que ainda dá vaga na grande final.

Antes das favoritas americanas competirem, Rebeca ficou parcialmente na liderança geral de pontuação, somando 58.732 em notas. A melhor parcial da brasileira foi nas barras assimétricas, quando, em uma espetacular apresentação, Rebeca cravou nota de 14.933.

Ovacionada pelo público, a pequena notável Flávia Saraiva, de apenas 1m38, foi muito bem na prova de trave, cravou sua segunda melhor nota da carreira, 15.133, e chegou a liderar a classificação do aparelho, ultrapassada pelas americanas Lauren Hernandez e Simone Biles, favorita ao título geral.

Na classificação geral, Biles já demonstrou que está acima das demais competidoras. Líder em três das quatro modalidades possíveis – salto sobre o cavalo, trave fixa e solo – a jovem se colocou na primeira colocação geral com quase dois mil pontos à frente de Alexandra Raisman. Gabrielle Douglas, ouro em Londres-2012, completa o pódio parcial da modalidade.

Portal Guaíra com informações da Veja


CLINICA SALUTAR