As investigações que levaram à prisão de quatro suspeitos e apreensão de armas e munição vinham sendo feitas há um ano e meio (Foto: Polícia Ambiental / Divulgação)
ad

Quatro suspeitos foram presos por caça ilegal durante a Operação Fauna Viva, concluída pela Polícia Ambiental no domingo (14). A ação realizada em Guaraniaçu, São João e Toledo, no oeste do Paraná, apreendeu ainda mais de 1,1 mil cartuchos de munição de diversos calibres e dez armas de fogo, entre espingardas e revólveres, além de vários apetrechos de caça.

Os suspeitos deverão responder pelo crime de caça ilegal, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção, além de multa, e por posse ilegal de arma de fogo, cuja pena varia de uma a três anos de prisão e multa. Muitas das armas foram encontradas na casa dos detidos.

As investigações vinham sendo feitas pelo setor de inteligência da 5ª Companhia de Polícia Ambiental há um ano e meio. E, segundo o comandante Nilson Figueiredo, as ações da Polícia Ambiental de combate a estes tipos de crime contra a natureza na região devem continuar e poderão ser reforçadas.

Portal Guaíra com informações do G1


CLINICA SALUTAR