ad

Desde o início deste ano, o Paraná registrou 1.127 casos de Síndromes Gripais Agudas Graves (SRAG) por influenza. Segundo o boletim da gripe, divulgado na quarta-feira (24) pela Secretaria Estadual e Saúde, o número de mortes chega a 229. Desta totalidade, 206 foram em decorrência de H1N1.

Dos 1.127 casos de SRAG, 1.038 estão atrelados à H1N1. No último boletim, eram 1.119 casos de gripe e 228 mortes.

Renato Lopes, chefe da Vigilância de Doenças Transmissíveis da Secretaria Estadual de Saúde, afirma que há uma tendência de redução no número de casos a partir de agora.

“Já faz um mês que a gente vem observando essa redução. Nos últimos quatro boletins houve diminuição, e a tendência é essa. É uma doença característica dos meses mais frios”, acrescentou

O número preocupou as autoridades. “Foi um número bem elevado em relação aso últimos anos. Só ficou atrás de 2009, na pandemia. É um número alto que nos preocupou”, disse Lopes.

Os sintomas da gripe H1N1 são parecidos com o da gripe comum e podem incluir febre, tosse, garganta inflamada, dores no corpo, dor de cabeça, calafrios, fadiga, diarreia e vômito.

Portal Guaíra com informações do G1


CLINICA SALUTAR