ad

[dropcap color=”#dd3333″]O[/dropcap] Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Curitiba deflagrou, nesta terça-feira (19), a Operação Via Calma, que investiga a liberação indevida de veículos em postos da PRE (Polícia Rodoviária Estadual), mediante suposto pagamento de propina.

Foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão, expedidos pela Vara da Auditoria Militar Estadual, em sete endereços residenciais em Curitiba, Paranaguá, Araucária, Colombo e Almirante Tamandaré, e mais dois nos postos da PRE de Almirante Tamandaré e Quatro Barras.

Somente neste último local foram apreendidos cerca de R$ 2 mil em espécie. Durante a operação, também foram apreendidos outros valores, que ainda serão verificados, documentos, telefones celulares e materiais diversos. Foram expedidos também 22 mandados de condução coercitiva.

As investigações tiveram início em março deste ano, após denúncia de que policiais rodoviários realizavam blitzes para abordar veículos que estavam em situação irregular – no Detran, por exemplo – e liberar indevidamente.

As investigações do Gaeco apuram crimes de corrupção passiva, prevaricação e organização criminosa.

Portal Guaíra com informações do MP-PR


CLINICA SALUTAR