ad

[dropcap color=”#dd3333″]A[/dropcap] SENAD (Secretária Nacional Antidrogas) deflagrou uma megaoperação em conjunto com as Forças Armadas (Exercito, Marinha e Aeronáutica) e o DEA (Agencia Norte Americana de combate ao narcotráfico) na terça-feira (30), no Paraguai.

A operação denominada “Pulp Fiction” culminou na apreensão de uma aeronave, prisão do piloto de nacionalidade brasileira e 513 Kg de cocaína de propriedade da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

A aeronave que estampava a matricula ZP-BCU foi interceptada na pista do aeroporto de Pedro Juan Caballero, estava sendo pilotada pelo piloto brasileiro identificado como Paulo Vicente Freitas Tavares. Aos policiais ele relatou que tinha pego os 513 Kg de cocaína na Bolívia.

Também preso no aeroporto o paraguaio Carlos Antonio Mendieta Ortiz, foi flagrado carregando a droga em uma caminhonete Toyota/Hilux. Segundo a investigação, a organização criminosa movimentava US$ 3.500.000.00 (três milhões e quintos mil dólares americanos) somente nesta operação, porém foi constatado que o mesmo piloto fazia 20 voos mensais entre a Bolívia e o Paraguai, que rendia aos traficantes 5000 quilos de cocaína por mês.

As informações são da Catve


CLINICA SALUTAR