Mulheres fazem protesto contra a intolerância religiosa na Nova Zelândia (foto: Yasin Akgul/ AFP)
ad

O número de mortos no ataque a tiros na última sexta-feira (15) contra fiéis em duas mesquitas na Nova Zelândia aumentou para 50. A informação foi confirmada neste domingo pela polícia local. Outras 50 pessoas ficaram feridas e, dessas, 36 seguem hospitalizadas.

A revisão no número de mortos – o balanço anterior do ataque era de 49 vítimas – ocorreu após a descoberta de um corpo durante a remoção de vítimas das duas mesquitas, localizadas na cidade de Christchurch, ao sul do país,informou à imprensa o delegado Mike Bush.

O delegado disse, ainda, que dois suspeitos que tinham sido detidos em uma operação policial e que tinham armas de fogo guardadas nos respectivos carros não estavam vinculados ao ataque. Um deles, uma mulher, foi solta, e o outro permanece sob custódia por porte ilegal, acrescentou.

“Por enquanto só uma pessoa foi acusada em relação a estes ataques”, acrescentou em alusão ao extremista de direita, Brenton Tarrant, autor dos disparos.

As informações são do Correio Braziliense


CLINICA SALUTAR