Kayron Douglas Rodrigues, 22 anos, matou dois PMs em Medianeira/PR
ad

O serviço de inteligência da Polícia Militar descobriu nesta terça-feira (05) que o rapaz que matou dois policiais militares na noite de ontem (04), no Centro de Medianeira, usava nome falso.

Ele não é menor de idade e segundo a polícia mantinha pelo menos três documentos de identidade. Um expedido no Paraná, outro em São Paulo e o terceiro em Santa Catarina.

Segundo o Portal CGN, o homem foi identificado como Kayron Douglas Rodrigues, 22 anos. A polícia descobriu ainda que contra ele havia dois mandados de prisão em aberto. Um expedido pela justiça de Santa Catarina pelo crime de tráfico de drogas e o outro expedido pelo Estado de São Paulo.

Os policiais conseguiram descobrir a falsidade depois que a foto dele repercutiu nas redes sociais. A confirmação do nome verdadeiro foi feito com o auxilio da polícia catarinense.

O rapaz usava o nome de Ederson de Paula Teles. Depois do ocorrido em Medianeira, policiais iniciaram buscas e realizaram uma força tarefa para localizar o suspeito.

Ele morreu ao reagir a uma abordagem da polícia, na área rural perto de Itaipulândia. O corpo foi levado ao IML de Foz do Iguaçu.

Leia também
Itaipulândia – Rapaz acusado de matar PMs morre em confronto com a Polícia (imagens fortes)

Morte dos policiais

A morte dos dois policiais militares comoveu a corporação e a sociedade. Os militares foram mortos durante o plantão deles.

Conforme os levantamentos feitos até o momento, o suspeito roubou a arma de um dos PMs e em seguida efetuou os disparos. Diego Gurgel Araújo, 29 anos e Luiz Fonseca, 28, não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

Kayron Douglas Rodrigues, 22 anos, matou dois PMs em Medianeira/PR

Fonte: CGN


CLINICA SALUTAR