ad

Aconteceu na tarde desta segunda-feira (23), na Delegacia de Polícia Civil de Mal. Cândido Rondon, a apresentação oficial de três dos sete envolvidos no latrocínio que vitimou o casal de empresários de Nova Santa Rosa, Telmar e Lairi Arenhart.

Foram apresentados à imprensa os acusados Cleberson Pereira de Freitas, vulgo Índio”, 21 anos, e Eduardo Batista, 19 anos, ambos residentes em Nova Santa Rosa; além de Fábio Gonçalves da Silva, 23 anos, morador de Cambé, no Norte do Estado.

A apresentação foi feita pelo delegado da Polícia Civil de Marechal Cândido Rondon, Pedro Lucena, e pelo comandante da Polícia Militar de Nova Santa Rosa, sargento Juliano Pruinelli, que encabeçaram as investigações.

Além dos três elementos retirados de circulação a partir da decretação de suas prisões temporárias, outros quatro marginais estão sendo apontados como envolvidos no duplo latrocínio ocorrido em Nova Santa Rosa.

São eles: Leonardo Gabriel dos Santos, residente em Cambé; Andrei José Vicente, morador de Nova Santa Rosa; Carlos Chagas da Silva, residente em Toledo, e ainda um menor de idade.

Leia Também:
Nova Santa Rosa – Casal de empresários é degolado em latrocínio

O crime cruel aconteceu na noite do último dia 10, uma terça-feira, na cozinha do Restaurante Francieli, no momento em que o casal de proprietários antecipava o preparo da alimentação que seria servida no dia seguinte aos clientes.

A quadrilha invadiu o estabelecimento que estava fechado e, além de roubar uma caminhonete S-10 de propriedade das vítimas, ainda matou o casal por este ter supostamente reconhecido um dos assaltantes.

O criminoso reconhecido teria sido Cleberson Pereira de Freitas, o Índio”, que costumeiramente pegava marmita do Restaurante.

Antes dos meliantes terem roubado e abandonado a caminhonete a cerca de 500 metros do local do assalto, na saída para o distrito de Planalto do Oeste, “Índio” teria sido o autor das facadas que provocaram degola nas vítimas.

Portal Guaíra com informações da Rádio Difusora
Foto: Portal Rondon


CLINICA SALUTAR