Corpo de jovem foi encontrado no meio da vegetação
ad

Desaparecido desde o último domingo (7), foi encontrado na tarde desta quinta-feira (11), na região do Maracajú dos Gaúchos (zona rural de Guaíra), o corpo de Alan Diego Camilo de Oliveira, 26 anos de idade.

O veículo de Alan já havia sido encontrado na noite de domingo, submerso cerca de 150 metros da ponte do Rio Xororó, e dentro dele o corpo de Wagner Grassmann, 39 anos, morador de Dr. Oliveira Castro, morto com tiros na cabeça.

Como no mesmo local foram encontrados: um corpo, o automóvel (de propriedade do Alan) GM/Vectra, e também uma motocicleta (de propriedade do Wagner), os Investigadores da Polícia Civil começaram a trabalhar sobre a hipótese de duplo homicídio, sendo que inicialmente a suspeita era que o corpo de Alan pudesse ter sido levado pelo rio.

As equipes da Defesa Civil de Guaíra e Corpo de Bombeiros de Marechal Rondon deram inicio ainda na segunda-feira (8) e prosseguiu até hoje, as buscas pelo segundo corpo.

Porém, na tarde de hoje, por volta das 17h, Policiais Militares da Patrulha Rural de Dr. Oliveira Castro foram comunicados sobre o achado de cadáver na região do Maracajú dos Gaúchos (às margens do córrego Diamantino) e seguiram para averiguar o fato, sendo então localizado o corpo de Alan Diego Camilo de Oliveira.

O local foi isolado até a chegada da equipe da Polícia Civil que assumiu os trabalhos.

O Instituto Médico Legal de Toledo (IML) foi chamado para encaminhamento do corpo para os exames de necropsia e posterior liberação aos familiares para os atos fúnebres.

O setor policial não divulgou ainda como Alan teria sido assassinado, mas suspeita-se de execução, já que no corpo haviam várias perfurações de arma de fogo no rosto e nas costas.

Com mais esse homicídio a 13ª DRP de Guaíra tem em seus registros 13 mortos neste anos de 2016.

Redação Portal Guaíra


CLINICA SALUTAR