ad

A Secretaria de Agropecuária, Infraestrutura e Meio Ambiente por intermédio da Diretoria de meio Ambiente realizou na sexta-feira (01), a distribuição de materiais de apoio aos pescadores nos portos da Tininha e do Cano.

O Ministério do Meio Ambiente publicou um ofício circular nº002/2019 orientando os pescadores sobre o que está permitido e o que não está.

Pescadores profissionais devem conter apetrechos devidamente identificados com os lacres contendo nome e matrícula. Já pescadores amadores podem retirar dos rios até 10 kg de uma espécie.

Entre as proibições, chama a atenção para a espécie piracanjuva que não liberada para ser pescada.

Além da ação do Meio ambiente que distribuiu réguas de medidas e orientações, a coordenação de pesca municipal realizou no fim de fevereiro o trabalho de abertura dos portos de pesca de Guaíra, que devido a baixa do Rio Paraná tiveram suas margens recuados e inabilitou o acesso das embarcações aos locais de pesca.

Portal Guaíra via Assessoria


CLINICA SALUTAR