O crime ocorreu em fevereiro de 2015. Manuel Gomes de Macedo foi condenado há 15 anos de prisão (foto: Flávio Henrique/PG)
ad

Ocorreu na última quarta-feira (24), aqui na cidade Guaíra, sessão de julgamento pelo Tribunal do Júri, onde foi julgado e condenado o réu Manuel Gomes de Macedo, pela prática de homicídio triplamente qualificado (por motivo fútil, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima) em face de Ivanilde dos Santos da Silva.

O crime ocorreu em 11 de fevereiro de 2015, estando o réu, desde então, preso na cadeia pública de Guaíra. Ele foi condenado a 15 (quinze) anos de prisão pela prática do crime bárbaro.

Leia Também:
Guaíra – Mulher que estava desaparecida é encontrada morta a facadas
Guaíra – Polícia Civil detém homem de 59 anos acusado de matar mulher a facadas

O julgamento foi presidido pelo MM. Juiz de Direito, Dr. Luiz Fernando Montini, e representando o Ministério Público, o Promotor de Justiça, Dr. Rafael Dopico da Silva. Já a defesa do acusado foi feita pelo advogado Dr. Rafael do Prado.

O Ministério Público ressaltou em plenário a atuação da Polícia Civil no caso, especialmente as pessoas dos investigadores Eder de Oliveira e Charles Friedrich, que realizaram excelente trabalho de investigação para elucidação dos fatos.

Por fim o Ministério Público entendeu a pena aplicada (15 anos) como baixa e recorreu em plenário para aumentá-la, levando o caso ao Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

Portal Guaíra com informações do Ministério Público


CLINICA SALUTAR