ad

[dropcap color=”#dd3333″]N[/dropcap]o início da madrugada desta quarta-feira (14), por volta das 00h50, atendendo solicitação da Central de Operações 190 uma equipe de Policiais Militares se deslocou até a Rua José Adenito dos Santos, no Jardim Dona Tereza, para atender uma ocorrência de morte.

No local os PMs foram recebidos por moradores que indicaram a residência onde estaria a pessoa em óbito.

Ao adentrar o quintal da moradia foi visualizado um homem com uma mangueira de jardim amarrado no pescoço e entre os galhos de árvore.

Posteriormente ele foi identificado, tendo 29 anos de idade, morador do Bairro São Domingos.

Imediatamente os Militares isolaram o local e acionaram o SAMU e também a Polícia Civil, sendo que o médico de plantão apenas pode atestar o óbito.

Conforme informações de terceiros a vítima estava discutindo com uma mulher, sendo que ela contou aos Militares que era Ex-amásia dele, com quem conviveu por 03 anos e estavam separados havia 01 mês.

Ainda segundo a ex-convivente, ele tentava uma reconciliação com ela, sendo que após uma discussão entre os dois, ele amarrou uma mangueira em volta do pescoço, subiu em uma árvore, e enquanto ela procurou por ajuda, ao retornar o homem já havia se enforcado. Versão dos fatos iguais de uma criança de 11 anos, que presenciou o suicídio.

Ainda antes da chegada dos investigadores da Polícia Civil, a mangueira que estava em volta do pescoço da vítima se rompeu e o corpo caiu no chão.

Com a chegada da Polícia Civil eles assumiram os trabalhos e acionaram o IML para o recolhimento do corpo para os exames de necropsia e posterior liberação aos familiares para os atos fúnebres.

Redação Portal Guaíra


CLINICA SALUTAR