ad

[dropcap color=”#dd3333″]N[/dropcap]a noite de domingo (1), por volta das 19h10, a equipe de PMs da Rádio Patrulha (RPA) foi solicitada para deslocar até a Avenida Mate Laranjeira, centro, defronte à locadora Viegas Vídeos.

No local a vítima relatou que o seu veículo VW/Saveiro, cor branca e placas de Guaíra/PR, estava devidamente estacionado, momento em que escutou o barulho de um choque contra um veículo.

Ao sair para ver o que tinha ocorrido constatou que uma picape Ford/Pampa, de cor prata e placas de Guaíra/PR, havia colidido contra seu veículo, e na sequencia o condutor realizou uma manobra de ré, e se retirou do local do sinistro.

A vítima ao perceber a intenção do condutor, seguiu o mesmo pela avenida Thomaz Luiz Zeballos, Rua Grécia e pela Rua Luiz Hasper, momento em que parou o veículo. A vítima desceu e foi até a Pampa, sendo que neste momento reconheceu o condutor , 44 anos de idade, que após conversa retornou ao local do sinistro.

Após a equipe policial tomar ciência dos fatos, ambos deslocaram até o 3º Pelotão da PM para confeccionar os documentos de praxe.

Também foi disponibilizado ao condutor que ocasionou colisão a realização do teste de alcoolemia no etilômetro, sendo que o mesmo se recusou a realizar o teste, sendo então confeccionado o termo de constatação de sinais de alteração de capacidade psicomotora, conforme resolução 432/2013 – Contran, sendo constatado: olhos vermelhos e hálito etílico.

Ainda conforme relatos do autor, ele estava em uma festa nas Marinas e estava bebendo desde as 17h.

Após vistoria no veículo foi localizado uma caixa térmica com 20 latas de cerveja lacradas (cheias).

Que diante dos fatos, foi dada voz de prisão por dirigir sobre influência de álcool e por evadir-se do local do sinistro, a fim de livrar-se das responsabilidades criminal e civil, sendo que ocorreu danos em ambos os veículos.

A Pampa foi liberada visto que não possuía pendências.

Que o motorista foi conduzido até a UPa para exame de corpo de delito, e na sequencia encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para as providencias legais.

Redação Portal Guaíra


CLINICA SALUTAR